Intensa actividade da GNR de Castelo Branco

Intensa actividade da GNR de Castelo Branco

Dados Operacionais

No período entre as 00h00 do dia 15 de abril de 2024, e até às 23h59 do dia de ontem, 21 de abril de 2024, durante o período de fiscalização e patrulhamento, o Comando Territorial de Castelo Branco da Guarda Nacional Republicana, que diariamente, estão empenhados no patrulhamento rodoviário e na prestação de auxílio aos condutores, para que estes cheguem aos seus locais de destino em segurança, registou os seguintes dados operacionais:

Número de patrulhas empenhadas: 731;

Condutores fiscalizados: 2 906;

Contraordenações rodoviárias detetadas: 325;

Veículos controlados: 10 473;

Detenções: 16.

Neste período foram registados 29 acidentes rodoviários.

A Guarda aconselha a uma condução atenta, cautelosa e defensiva.

Para um deslocamento em segurança, o Comando Territorial de Castelo Branco aconselha, em especial:

  • Adequar a velocidade às condições meteorológicas, ao estado da via e ao volume de tráfego rodoviário;
  • Evitar manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou que, de alguma forma, possam originar acidentes.

A GNR terá especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores, sobretudo os que ponham em causa a sua segurança e a de terceiros. Assim, os militares da Guarda estarão particularmente atentos:

  • A manobras perigosas;
  • À condução sob a influência do álcool e substâncias psicotrópicas;
  • Ao excesso de velocidade;
  • À correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem;
  • À utilização indevida do telemóvel;
  • À incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças;
  • Às condições de segurança dos veículos.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco com as tags , . ligação permanente.