18 500 escuteiros já estão em Idanha no ACANAC

Abertura do Acanac em Idanha

1 a 7 de agosto

.18.500 escuteiros já estão no ACANAC em Idanha

O Acampamento Nacional de Escuteiros (ACANAC 2022) reúne 18.500 participantes, de 1 a 7 de agosto, em Idanha-a-Nova.

A abertura do maior acampamento em Portugal contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que elogiou o “salto qualitativo impressionante” face à edição anterior do ACANAC.

Marcelo Rebelo de Sousa, que há cinco anos também inaugurou o ACANAC em Idanha-a-Nova, enalteceu “a organização exemplar” e a “representatividade dos participantes, portugueses e estrangeiros”.

“O Corpo Nacional de Escutas está de parabéns e o Município [de Idanha-a-Nova] foi impecável ao criar uma nova via de comunicação que facilita o acesso e garante mais segurança no acampamento”, acrescentou o Presidente da República.

O ACANAC é organizado pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE), em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e decorre no Campo Nacional de Atividades Escutistas, uma área de 79 hectares no Monte Trigo.

Nesta 24ª edição do ACANAC, que assinala os 100 anos do CNE, haverá dois outros locais de acampamento: nas margens da Barragem Marechal Carmona, em Idanha-a-Nova, e junto à Barragem da Toulica, na Zebreira.

O Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, acompanhou Marcelo Rebelo de Sousa na visita ao ACANAC e deu as boas-vindas aos milhares de escuteiros que vieram até Idanha.

“Idanha é um território sustentável e uma terra de cultura: classificado pela UNESCO (Cidade Criativa da Música, Geoparque e Reserva da Biosfera) e é a primeira Bio-Região de Portugal”, começou por dizer Armindo Jacinto. “Uma das nossas grandes prioridades é o investimento na cultura, na juventude e na educação. As crianças e jovens são o futuro deste país e do mundo”, continuou.

Em seguida, Armindo Jacinto lançou um desafio aos 18.500 escuteiros: “A partir de hoje, ficam nomeados embaixadores de Idanha. Desejo que vivam dias felizes no ACANAC e levem convosco uma boa imagem de Idanha, que partilhem a nossa mensagem de sustentabilidade, de construção de um mundo melhor e de valorização da cultura e da criatividade”.

O Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova adiantou que será oferecida uma Melancia do Ladoeiro biológica a cada escuteiro, um gesto que promove os valores de sustentabilidade desta Bio-Região.

“Construtores do amanhã” é o tema deste 24º ACANAC. Entre outras individualidades, a abertura contou ainda com as presenças do Chefe Nacional do Corpo Nacional de Escutas, Ivo Faria, da Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, e do Ministro da Educação, João Costa.

A cada cinco anos, o ACANAC reúne escuteiros de todas as regiões de Portugal e de vários países para, durante uma semana, partilharem experiências, aprendizagens e atividades na comunidade.

O investimento da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova no escutismo aliado às condições de excelência do território representam uma aposta ganha: fazem com que Idanha tenha sido escolhida para acolher os últimos grandes encontros da família escutista: os ACANAC de 2007, 2012, 2017 e 2022.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Idanha-a-Nova. ligação permanente.