Abertura do novo Posto de Turismo e homenagem marcaram comemorações do 25 de Abril na Sertã

Abertura do novo Posto de Turismo e homenagem marcaram comemorações do 25 de Abril na Sertã

O Município da Sertã celebrou o 25 de Abril com diversas iniciativas que decorreram nos dias 24 e 25 de abril. O dia 24 de abril foi dedicado aos concertos: a Orquestra de Sopros da Filarmónica União Sertaginense realizou o seu “Concerto da Liberdade” que encheu a Casa da Cultura da Sertã. Seguiu-se, no Cineteatro Tasso do Clube da Sertã, o concerto do quarteto “Tomar-lhe o Gosto” com o Coro de Alvaiázere.

No dia 25 de abril, decorreu a cerimónia do Hastear da Bandeira Nacional no Edifício dos Paços do Concelho, seguida pela arruada com a Sociedade Filarmónica Aurora Pedroguense pelas artérias da vila da Sertã. Na Estrada Nacional 2, concretamente na Avenida Padre Manuel Antunes, teve lugar a intervenção do Presidente da Câmara, Carlos Alberto de Miranda. O autarca recordou o que era Portugal antes do 25 de Abril, sublinhando que “é preciso continuar a cumprir Abril e a esperança que Abril trouxe (…) através da construção de um país onde liberdade se una a desenvolvimento e a solidariedade”. Carlos Alberto de Miranda apontou o fortalecimento do poder local como uma das grandes conquistas do 25 de abril: “com poder efectivo, próximo das populações, agente de coesão e desenvolvimento, com visão estratégica, capaz de pensar o território de forma abrangente.” Neste âmbito, o autarca referiu fazer todo o sentido abrir naquele dia o novo balcão de atendimento turístico à beira da Estrada Nacional 2, referindo que esta nova estrutura está mais perto do público, estando agora no local ideal. Estará aberto ao público todos os dias no seguinte horário: segunda, sábado e domingo das 10 às 13 horas e das 14 às 19 horas, e de terça a sexta-feira das 10 às 19 horas. Encerra a 1 de janeiro, Sexta-feira Santa, Domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 de dezembro.

Na cerimónia de abertura do Posto de Turismo, esteve presente António Mendes Nunes, que teve um papel importante no lançamento do projeto da Estrada Nacional 2. Nascido no concelho da Sertã e antigo aluno do Instituto Vaz Serra, António Mendes Nunes publicou em 2016 o roteiro “A Mítica Estrada Nacional 2” “que muito veio contribuir para o que é o hoje o projeto turístico da Estrada Nacional 2”.  Carlos Alberto de Miranda referiu que o convite para a homenagem foi iniciativa da Câmara Municipal da Sertã, mas “a ideia partiu de um conjunto de empresários da hotelaria e restauração que demonstra bem a importância que tem a Nacional 2 e a importância do trabalho que o jornalista António Mendes Nunes desenvolveu”. No momento da homenagem foi entregue uma placa comemorativa onde podia ler-se “O Município da Sertã homenageia o jornalista António Mendes Nunes, impulsionador da dinamização turística da EN2 pela publicação do roteiro “A Mítica Estrada Nacional 2″. Sertã, 25 de abril de 2022”.

António Mendes Nunes usou da palavra e abordou a história e a génese da sua paixão pelas estradas, sobretudo pela Estrada Nacional 2. Abordou o plano rodoviário de 1945 e referiu que a EN2 só foi terminada 25 anos depois da inauguração, na Sertã, com a inauguração da Ponte da Isna (maio de 1970).

Referiu-se à Sertã como sendo a entrada mais antiga da EN2 num concelho, dado que na altura não existia a Barragem do Cabril e a entrada se fazia pela Ponte Filipina.

Falou da Route 66, congénere americana, e dos pontos de contacto entre ambas, nomeadamente a interioridade. Lembrou que, em 2010, começou a haver interesse pelas estradas, tendo sido atribuído o primeiro galardão internacional a uma estrada, concretamente a EN222 que liga Vila Nova de Gaia a Vila Nova de Foz Côa.

Com um percurso maioritariamente à beira do rio Douro, a estrada foi distinguida com o galardão World Best Driving Road. Foi a partir daí que António Mendes Nunes se dedicou à EN2 e se lançou na escrita do roteiro, que esgotou várias edições. Posteriormente assistiu ao nascimento a AMREN2 que refere ser “a garantia de que esta mítica estrada não será esquecida e que será bem cuidada, como podemos ver neste bonito exemplo que estamos aqui hoje a inaugurar”. A encerrar a cerimónia, António Mendes Nunes procedeu simbolicamente à abertura do Posto de Turismo.

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Sertã com as tags , . ligação permanente.