Penamacor: “Corações com Alma” de Carlos Cruchinho apresentado a 21 de fevereiro

Penamacor: “Corações com Alma” de Carlos Cruchinho apresentado a 21 de fevereiro

O livro “Corações com Alma”, da autoria de Carlos Cruchinho, vai ser apresentado na Biblioteca Municipal de Penamacor, no dia 21 de fevereiro, pelas 14:30.

Este livro reúne contos originais do autor, uns fruto da imaginação do mesmo, outros baseados nas suas vivências e em pessoas com quem se cruzou. O prefácio do livro, escrito pela “pena” de Francisco Abreu, resume um pouco do que se pode encontrar nesta obra: “Se algo, nas singelas histórias contidas neste sentido livro de Carlos Cruchinho, me apontou a orientação deste despretensioso Prefácio foi, sem lugar a dúvidas, a sua afirmação, convicta, de que “a simplicidade é a essência da felicidade”! E quem conheceu os “simples e felizes” personagens que ele conheceu, que nós conhecemos, ou que simplesmente a sua atenção ao mundo que o rodeia, lhe captou e alimentou a observação e a imaginação, sabe bem que, na breve etapa da nossa existência terrena, a verdadeira felicidade tem que conter, muito especialmente, um bom quinhão de simplicidade”.

Carlos Cruchinho nasceu em Paris, em 1968, onde viveu até aos seis anos de idade. Em 1974, regressa a Portugal para iniciar os seus estudos. Licenciado no ensino do Português, História e Ciências Sociais, pela Escola Superior de Educação de Castelo Branco, colabora com a revista de Animação Sócio-Cultural de Viseu – Anim’arte, desde 2010, e com a revista Amar para a comunidade lusófona no Canadá, desde 2017. Publicou os seus primeiros poemas numa Antologia, em 2016, com a chancela da Artelogy.

Como autor, foi recentemente distinguido com o 1º Prémio de poesia e 2º Prémio para prosa na I Edição do Concurso Literário de Prosa e Poesia, no âmbito do Festival Serranias. Em Penamacor, apresentou, em abril de 2019, o livro de poesia “Inquietações”.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Penamacor com as tags , , , , . ligação permanente.