Posição do Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova sobre as recentes notícias publicadas no âmbito do concurso para prospecção de lítio

Posição do Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova sobre as recentes notícias publicadas no âmbito do concurso para prospecção de lítio

O Município de Idanha-a-Nova congratula-se com a decisão do Governo de retirar a área denominada “Segura”, que abrangia cinco freguesias do nosso concelho, do concurso para atribuição de direitos de prospecção e pesquisa de lítio em Portugal.

De acordo com um comunicado do Governo, a Avaliação Ambiental Estratégica promovida pela Direção-Geral de Energia e Geologia, concluiu que nesta área as “restrições ambientais inibem a prospecção e consequente exploração, ficando assim fora do objeto do futuro concurso”.

Esta decisão vai ao encontro da vontade política do Município de Idanha-a-Nova e da população do concelho.

O Governo explica que “na área denominada «Segura», a prevista redefinição de limites da Zona de Proteção Especial do Tejo Internacional conduziu à sua exclusão” do concurso.

A área em causa sobrepunha-se também, na sua totalidade, ao Geopark Naturtejo Mundial da UNESCO e à Reserva da Biosfera Tejo/Tajo Internacional, que fazem parte do Sistema Nacional de Áreas Classificadas, por reconhecimento internacional (UNESCO).

A totalidade do concelho de Idanha-a-Nova integra ainda a Rede Internacional de Eco-Regiões, que assume um conjunto de compromissos no âmbito da sustentabilidade ambiental.

Posto isto, não esperávamos outra decisão de um Governo com sensibilidade para as questões ambientais. Esta decisão reconhece o vasto e valioso património do nosso concelho e todo o trabalho que esta autarquia tem feito no desenvolvimento sustentável do território e proteção da biodiversidade e do meio ambiente “.

Armindo Jacinto

Armindo Jacinto

Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Idanha-a-Nova com as tags , , . ligação permanente.