Resina é o tema do próximo Prémio Literário Pedro da Fonseca

Resina é o tema do próximo Prémio Literário Pedro da Fonseca

O presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, divulgou no dia 4 de novembro o tema da quarta edição do Prémio Literário Pedro da Fonseca: “este concurso literário vai versar o tema da resina, envolvendo uma atividade que tanto deu a este concelho relativamente ao ouro verde que é o pinhal e que traduziu em riqueza para as famílias e as suas comunidades”, referiu no anúncio oficial, realizado através das redes sociais do Município, precisamente no dia em que se assinalam 422 anos da morte de Pedro da Fonseca, ilustre proencense que é patrono desta iniciativa.

É, portanto, este o desafio que lançamos nesta quarta edição do Prémio Literário para todos aqueles que queiram concorrer naquilo que também é já uma expressão da capacidade literária que têm os proencenses, mas o convite é expresso quer nacionalmente, quer internacionalmente. Esperamos pela vossa imaginação e pelo vosso contributo”, incentivou o autarca.

Para poderem concorrer, tem de ser cumprido o definido em regulamento, a começar pela data de envio dos trabalhos: entre o primeiro dia útil de janeiro e o último dia útil de fevereiro.

Há duas categorias a concurso: prosa e poesia e em jogo está um prémio monetário de 1.500 euros para cada um delas.

No próximo dia 14 de novembro, às 16h00, será apresentado na Casa das Associações o livro com os textos premiados da terceira edição deste prémio: o conto “Agosto não se faz em lume brando”, de Valentina Silva Ferreira, e o poema “Na ilusão do silêncio”, de Xavier Zarco, na categoria poesia. O júri decidiu atribuir ainda uma menção honrosa ao conto “Um repasto póstumo”, de Nuno Sobral.

Nesse dia, será ainda apresentada a peça “O Aristóteles Português”, que apresenta alguns dos principais marcos da vida de Pedro da Fonseca, pelo Teatro à Faca e enquadrada no projeto Beira Baixa Cultural 2.0, financiado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) da União Europeia. Será no Largo Pedro da Fonseca, o mesmo local que acolhe uma estátua do ilustre proencense.

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , , , , . ligação permanente.