(Actualização) 110 pessoas infetadas com COVID-19 na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova

Actualização em 7 de Agosto

Comunicado do presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova sobre o surto na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova

«Infelizmente registámos este sábado, 7 de agosto, a segunda morte entre os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova que testaram positivo ao COVID-19, totalizando dois óbitos como consequência deste surto. À família enlutada endereço sentidas condolências, em meu nome pessoal e da Câmara Municipal. Dar nota que a grande maioria dos utentes está estável, à exceção de cinco que se encontram a receber terapia com oxigénio e de dois que geram maior preocupação. No âmbito do acompanhamento que tem sido feito, foram detetados mais 22 utentes com COVID-19, totalizando agora 129, a que se somam 23 funcionários. Diretamente, este surto afeta 152 pessoas desta instituição. Estão também identificados oito casos na comunidade, número que pode continuar a aumentar face às 153 pessoas que estão em vigilância.

Deixo, por isso, o alerta a quem contactou recentemente com algum dos positivos e, de uma forma geral, a todas as pessoas, que é da maior responsabilidade que se cumpram as normas de segurança emanadas pela Direção-Geral de Saúde, como a desinfeção das mãos, o distanciamento físico ou o uso de máscara, além da monitorização das condições de saúde. Em caso de qualquer sintomatologia suspeita, deve contactar-se de imediato a autoridade de saúde, além de que atualmente já é mais fácil realizar testes rápidos para despiste de um possível contágio. Nunca é demais recordar a responsabilidade individual, principalmente porque, num cenário de cansaço extremo da pandemia, é mais fácil esquecermo-nos destas recomendações, mais necessárias do que nunca em época de férias, com mais reuniões familiares e com amigos. A todos aqueles que a isso estão obrigados, devem cumprir o período de confinamento definido pela autoridade de saúde, mesmo que o teste tenha dado negativo.

Reconheço mais uma vez o trabalho de todos os colaboradores da Santa Casa da Misericórdia e do grupo de enfermagem do Centro de Saúde pelo acompanhamento a toda esta situação. Por fim, deixo uma nota de serenidade e outra de assertividade: a serenidade é necessária para ultrapassarmos, como comunidade, esta situação delicada; a assertividade é fundamental no compromisso de segurança que todos temos de assumir para estancar a evolução deste surto.»

  • João Lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova
  • …………….
  • Actualização em 6 de Agosto

João Lobo, presidente da Câmara Municipal, apela à serenidade de todos: “o melhor contributo que podem dar é continuar a assumir compromissos de segurança. Não é demais reconhecer e agradecer o empenho de todas as instituições e, de forma particular, os funcionários da Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova”.

Utentes da Santa Casa da Misericórdia encontram-se estáveis

O concelho de Proença-a-Nova regista, no dia 6 de agosto, 133 pessoas infetadas com COVID-19, sendo que 129 dizem respeito ao surto na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova que afeta, atualmente, 107 utentes – mais dois do que no dia de ontem – e 22 funcionários. Já foram identificados dois casos de familiares de funcionários da instituição com COVI-19, estando em vigilância 149 pessoas que contactaram diretamente com positivos, sendo que os testes continuarão a ser realizados nos próximos dias.

Em relação aos utentes da Santa Casa, estão todos numa situação estável, havendo ainda cinco pessoas a receber terapia com oxigénio. Um dos utentes com COVID-19 foi transferido para a Unidade Local de Saúde, em Castelo Branco, onde ficou internado, mas apenas por estar a fazer hemodiálise. Os 33 utentes negativos, que voltaram a ser testados durante o dia de hoje, foram transferidos para outras instalações (no dia de ontem e no dia de hoje). Também os 39 dos 104 funcionários que têm estado ao serviço foram testados, tendo dado negativo.

A Comissão Municipal de Proteção Civil reuniu no final do dia de hoje, acompanhando de perto o evoluir da situação na Santa Casa da Misericórdia e na comunidade.

………………………

110 pessoas infetadas com COVID-19 na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova

O surto de COVID-19 detetado na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova envolve 110 pessoas, totalizando o concelho nesta quarta-feira, 4 de agosto, 115 positivos e 24 pessoas em vigilância.

Um dos utentes que estava a receber oxigénio acabou por não resistir e faleceu durante o dia de hoje, contabilizando-se quatro óbitos por COVID-19 no concelho desde o início da pandemia. “Em nome da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, e em meu nome pessoal, endereço as condolências à família enlutada por esta perda”, refere o presidente da Câmara.

Apesar dos números expressivos, João Lobo apela a alguma serenidade neste momento e à responsabilidade individual para minimizar eventuais redes de contágio e reduzir a ocorrência à instituição. “A origem do surto é desconhecida e há várias possibilidades em aberto. No entanto, o importante neste momento é garantir o bem-estar dos utentes e dos funcionários, apoiando-os para que rapidamente possamos ultrapassar esta situação. Registo o empenho profissional por todos demonstrado, bem como dos profissionais do nosso Centro de Saúde, nomeadamente do grupo de enfermagem, que nesta situação – como em todo este caminho – sempre afirmaram presente”, refere ainda João Lobo.

A autarquia decidiu cancelar alguns dos eventos previstos para este fim de semana, realizando-se apenas o espetáculo “Minutos Mágicos”, com os bilhetes quase esgotados, tendo em conta que há lugares limitados e o cumprimento das recomendações da Direção-Geral de Saúde relativamente a distanciamento, higienização das mãos e uso obrigatório de máscara.

  • Nota do Director: Acompanhamos com expectativa a recuperação que se deseja e saudamos a transparência da Câmara de Proença e de João Lobo.

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , , , . ligação permanente.