Proença-a-Nova acolhe 65 jovens em dois campos de férias dedicados ao basquetebol

Proença-a-Nova acolhe 65 jovens em dois campos de férias dedicados ao basquetebol

Durante duas semanas, 65 jovens de vários pontos do país vão estar em Proença-a-Nova para um campo de férias em que, para além da parte do convívio, há também treinos intensivos de basquetebol no Pavilhão Municipal. Fernando Brás e Luís Roseiro, ligados há vários anos a esta modalidade, são os mentores do projeto All Star Camp destinado a jovens com idades entre os 11 e os 18 anos. “Todos os jogadores que aqui estão são federados, conhecem o nosso trabalho e vêm passar uma semana diferente, mas também vêm claramente à procura de tomarem conhecimento do básquete e daquilo que o básquete pode oferecer de melhor. O que nós procuramos é juntar as duas ideias em tempo de férias: trabalhamos forte os conceitos do básquete e procuramos atividades que não têm durante o ano”, refere Luís Roseiro.

Os organizadores deste All Star Camp destacam a qualidade das infraestruturas que encontraram em Proença-a-Nova, no recém-requalificado Pavilhão Municipal – “das melhores a nível nacional daquelas onde já tivemos”, de acordo com Fernando Brás – e o facto de estarem perto de tudo: estão a dormir nas instalações do Seminário do Preciosíssimo Sangue, a fazer as refeições na cantina da Escola e a desenvolver algumas atividades no circuito de manutenção e piscina municipal, para além dos treinos na pavilhão. “É tudo perto, o que é ideal para fazer um campo de básquete e de férias”. Apesar de haver vontade, o grupo tem restringido as atividades fora destes espaços devido à pandemia, tendo-se deslocado à Praia Fluvial da Aldeia Ruiva e na manhã desta sexta-feira, 30 de julho, aos Paços do Concelho, onde foram recebidos pelo vice-presidente da autarquia.

É expetativa dos organizadores do All Star Camp regressar a Proença-a-Nova no futuro, disponibilizando, inclusivamente, algumas vagas para jovens de Proença-a-Nova que tenham interesse no basquetebol, de forma a promover a modalidade e o contacto com estes jovens federados que representam 14 clubes diferentes. “Há aqui muito talento”, refere Fernando Brás. “O nosso objetivo é dar-lhes ferramentas para que eles possam trabalhar inclusive sozinhos para melhorar os seus skills e o seu jogo, é esse o nosso grande objetivo, e a diferença do primeiro dia para o terceiro é brutal”. No segundo campo, que decorre de 1 a 8 de agosto, estavam inscritos três jovens que tiveram de desistir pois foram convocados para a Seleção Nacional.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , . ligação permanente.