Tenistas de mais de 20 países disputaram os Internacionais de Idanha

Tenistas de mais de 20 países disputaram os Internacionais de Idanha

No passado domingo, 25 de julho, terminou o segundo torneio do Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova de 2021.

Foram duas semanas a contar para o Circuito Profissional da Federação Internacional de Ténis. Mais uma vez os atletas deram o seu melhor e lutaram determinadamente pela sua evolução no Circuito Profissional.

No primeiro torneio participaram 79 atletas provenientes de 21 países, de entre os quais destacamos Portugal, EUA, Japão, Brasil e Espanha.

A final de singulares foi disputada entre os americanos Zane Khan e Nicolas Moreno de Alboran, tendo este último vencido após desistência do primeiro.

No que se refere aos pares, a dupla Thomas Fancutt (AUS) / Evan Hoyt (GBR) sagrou-se vencedora ao derrotar a dupla japonesa constituída por Takuto Niki e Kaito Uesugi.

Quanto ao segundo torneio, teve a participação de 78 atletas representando 22 países, incluindo Portugal, EUA, Japão, Brasil, França e Espanha.

Na modalidade de singulares, o espanhol Alejandro Moro Canas levou de vencida o irlandês Simon Carr, numa final intensa e bem disputada.

Nos pares sagrou-se vencedora a dupla Simon Carr (IRL) / Alexander Cozbinov (MDA), que derrotou a dupla brasileira constituída por Gilbert Klier Junior e João Lucas Reis da Silva.

Assim culminaram mais de duas semanas de ténis de alta qualidade por terras de Idanha.

Estas duas edições do Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova foram uma organização do Clube de Ténis de Idanha-a-Nova em parceria com o Município de Idanha-a-Nova e a Federação Portuguesa de Ténis, contando ainda com o apoio da União de Freguesias de Idanha-a-Nova e Alcafozes, Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento, da Associação de Ténis de Castelo Branco e empresas locais e regionais.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Desporto com as tags , . ligação permanente.