Penamacor assinala Feira Terras do Lince com música, teatro e pintura

Penamacor assinala Feira Terras do Lince com música, teatro e pintura

O Município de Penamacor voltou a garantir um programa alternativo e online para assinalar a Feira Terras do Lince, este ano novamente cancelada devido à atual conjuntura pandémica. Teatro, música e pintura fizeram parte do evento

Com um concerto em frente da antiga casa da Câmara, na Zona Histórica de Penamacor, acompanhado por um espetáculo único de som e luz por toda a Vila, os The Lucky Duckies fizeram as delícias de quem acompanhou a emissão na página de Facebook do Município de Penamacor, na noite de sábado, dia 24 de julho. Antes, no mesmo dia, teve lugar o concerto do intérprete, compositor, escritor e ator, Francisco Ceia, no Museu Municipal de Penamacor e que também foi transmitido online. Pelo meio, espaço para a inauguração da exposição de pintura “Simbiose”, da autoria de Carlos Castilho. Esta mostra, que integra um conjunto de 50 quadros pintados a pastel, que poderá ser visitada de forma presencial e que ficará patente até ao dia 12 de setembro no Museu Municipal de Penamacor, resulta, segundo o autor, na junção de dois elementos na qual se dá a explosão do branco no preto. Carlos Castilho nasceu em Abrantes, tendo vindo para Penamacor apenas com 2 meses. Engenheiro eletrotécnico de profissão, desde novo tomou o prazer pelas Belas Artes, sendo que se começou a dedicar “de forma mais séria” em 2012. Usa como técnicas o Grafite, o Carvão, o Pastel e a Aguarela. Presente na inauguração esteve José Lopes Nunes “Jolon” que apresentou Carlos Castilho e a sua obra, apelando a que a população visite a exposição deste jovem artista do concelho. Já o autor da exposição, Carlos Castilho explicou que a exposição alberga um leque diversificado de temas, agradecendo a todos os que se envolveram na realização da exposição e dedicando-a ao pai, José Castilho, filho de Penamacor e responsável pela vinda do autor para o concelho.

Teatro a abrir o programa

Finalmente, destaque, ainda, para o Teatro Comunitário “Invasões Francesas na Beira Baixa”, que decorreu no Jardim das Tílias, junto à Biblioteca Municipal de Penamacor, na noite de sexta-feira, dia 23 de julho e que abriu o programa. Esta foi uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB), em colaboração com os diversos municípios que a integram, entre os quais o de Penamacor, no âmbito do projeto Beira Baixa Cultural 2.0. A iniciativa contempla a criação de um espetáculo de teatro em cada um dos 6 municípios que integram a CIMBB. Embora o projeto tenha partido de um guião único, o resultado final é a apresentação de 6 peças de teatro distintas, adaptadas à realidade de cada concelho e que contam com a participação de pessoas e entidades diferentes. Decorridos vários meses de ensaios, foram agora apresentadas as peças teatrais que resultaram desta iniciativa.

Este evento teve em conta todas as medidas de segurança propostas pela Direção Geral de Saúde, relativamente à COVID-19, garantindo-se a saúde e segurança de todos os participantes, artistas e staff. O Município de Penamacor continuará empenhado em colaborar com as entidades competentes para, dentro das suas capacidades e competências, poder contribuir para a mitigação dos efeitos do surto de Coronavírus junto das populações.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco com as tags , . ligação permanente.