Candidatura ‘Fôlego’ foi aprovada em Oleiros e outros municípios

Candidatura ‘Fôlego’ foi aprovada

Candidatura 'Fôlego' foi aprovada

A candidatura do projeto “Fôlego”, promovido pela Academia de Produtores Culturais, tendo como parceiros os cinco municípios que integram a Associação de Desenvolvimento Local Pinhal Maior: Mação, Oleiros, Proença-a-Nova, Sertã e Vila de Rei, ao mecanismo de financiamento EEA Grants, foi aprovada.
O projeto de intervenção artística terá impacto no território dos cinco concelhos ao nível do desenvolvimento de públicos, do estreitamento de relações entre populações e do desenvolvimento de novas formas de intervenção artística que fomentem o trabalho com a comunidade.

Para além da programação em rede, haverá um eixo de programação contínuo online que manterá o “fôlego aceso” junto das populações ao longo do projeto. A promoção da partilha de experiências em torno da temática das alterações climáticas, entre população e artistas locais/nacionais/estrangeiros e utilizando as artes para inspirar e motivar as comunidades, valorizando o território e as gentes, é outra das premissas desta operação.

O investimento total é de 469.302,65€, tendo um contributo financeiro por parte dos cinco municípios parceiros de 50.000,00€ e uma comparticipação EEA Grants, no valor de 389.907,25€, através do Aviso #2 do Programa Cultura, «Connecting Dots – Mobilidade Artística e Desenvolvimento de Públicos». Recorde-se que o referido mecanismo financeiro plurianual resulta do Acordo do Espaço Económico Europeu (EEE), assinado na cidade do Porto em maio de 1992, no qual a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega, se tornaram parceiros de alguns Estados membros da União Europeia, com o objetivo de reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa, reforçando as relações bilaterais com os Estados beneficiários.

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Oleiros com as tags , , , . ligação permanente.