Universidade Sénior de Idanha-a-Nova regressa às aulas

 

Estão de regresso as aulas presenciais na Universidade Sénior de Idanha-a-Nova (USIN), com polos em São Miguel de Acha, Medelim, Penha Garcia, Toulões e Idanha-a-Nova.

Com uma forte componente musical, a USIN é coordenada pela Filarmónica Idanhense em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Juntas de Freguesia do concelho, o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento, e outras entidades locais.

Faz um ano e dois meses que as aulas foram suspensas devido à pandemia. As pessoas estão paradas há muito tempo e, por isso, é preciso voltar um pouco à normalidade, com todas as cautelas que o momento ainda exige”, explicou na reabertura dos polos a coordenadora da USIN, Carla Costa.

A resposta dos alunos é, desde já, de grande entusiasmo por voltarem a frequentar as aulas.

Por agora, a oferta formativa está condicionada às restrições atuais, contando com Informática, Relações Interpessoais, Inglês, Canto Tradicional, Instrumentos Tradicionais, entre outras disciplinas.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, desejou um bom regresso às aulas aos alunos da Universidade Sénior: “É importante que os nossos jovens com mais idade se mantenham ativos, continuem as suas aprendizagens e, ao mesmo tempo, voltem a ensinar e a partilhar o muito que sabem com a comunidade”.

A Saúde será uma das temáticas a abordar nas aulas da Universidade Sénior de Idanha-a-Nova, num município que vê como prioritária a oferta de cuidados de saúde de qualidade e proximidade.

Muitos dos alunos e parte do corpo docente da USIN já se encontram vacinados, garantindo-se, no entanto, o cumprimento rigoroso das normas e recomendações da DGS.

Desta forma, a USIN continua a desempenhar a sua missão de resposta social e cultural diferenciadora, que tem valorizado fortemente as dinâmicas culturais de Idanha-a-Nova, Cidade Criativa da UNESCO, na área da Música.

As aulas do presente ano letivo vão decorrer nos meses maio, junho e julho.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Idanha-a-Nova com as tags , , . ligação permanente.