Bibliomóvel acolhe projeto “Viagem ao Interior dos Livros” na Figueira e pelo país

Bibliomóvel acolhe projeto “Viagem ao Interior dos Livros” na Figueira

. A viagem e iniciativa percorrem o país interior

. Depois das Aldeias do Xisto, a viagem percorre a Rota da Terra Fria (Trás-os-Montes), o Alentejo Interior e o Algarve Interior. Toda a viagem, que pode acompanhar no Instagram (@viagem_ao_interior), vai ser registada, dando origem a um conjunto de reportagens, a publicar no jornal Público, e uma série documental de quatro episódios, um por cada destino. E, como não podia deixar de ser, um livro.

A Bibliomóvel – Biblioteca Itinerante de Proença-a-Nova foi ao encontro do projeto “Viagem ao Interior dos Livros, das Pessoas e do País”, uma iniciativa do jornalista e escritor João Ferreira de Oliveira que se encontra a percorrer o interior do país ao volante de uma biblioteca itinerante e que fez a primeira paragem na aldeia do xisto da Figueira no dia 7 de maio.

É bom, logo no primeiro destino, encontrar-me com o Nuno Marçal que é alguém que faz disto a sua vida e eu estou a fazer isto uma vez. Por isso é bom encontrar-me com ele, até para mostrar precisamente o trabalho que é feito diariamente pelas bibliotecas itinerantes a nível local”, refere.

A visita coincidiu com o regresso de Nuno Marçal ao volante da Bibliomóvel. “Foi um privilégio poder associar a Bibliomóvel de Proença-a-Nova ao arranque deste projeto de ir e levar histórias pelo interior de Portugal. As histórias, tal como as Bibliotecas, são feitas de pessoas para pessoas e contém pessoas dentro”, refere, por sua vez, Nuno Marçal.

Para além da Figueira, o projeto percorreu ainda outras localidades da rede de Aldeias do Xisto, que acolheram esta iniciativa desde o início, nomeadamente Sarzedas, Janeiro de Cima, Cerdeira e Fajão. “Este meu projeto tem um lado romântico”, refere João Ferreira de Oliveira, que pretende acima de tudo vir ao encontro das pessoas e promover o livro e a leitura, complementando o trabalho que é realizado localmente. “Sem livros e sem história somos uma sociedade muito mais pobre. Acho fundamental fazer isto no Interior, sejam projetos isolados como o meu ou como o da Bibliomóvel, porque é importante para combater o isolamento e as assimetrias”.

Os cerca de 500 títulos que enchem as estantes da carrinha foram doados por diversas editoras portuguesas e pela Citroën, que se associa a esta iniciativa.

Depois das Aldeias do Xisto, a viagem percorre a Rota da Terra Fria (Trás-os-Montes), o Alentejo Interior e o Algarve Interior. Toda a viagem, que pode acompanhar no Instagram (@viagem_ao_interior), vai ser registada, dando origem a um conjunto de reportagens, a publicar no jornal Público, e uma série documental de quatro episódios, um por cada destino. E, como não podia deixar de ser, um livro.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , . ligação permanente.