Ajidanha estreia espectáculo “Magalhães – Elcano” – Dias 15 e 16 às 21H00 no Teatro Estúdio

. A não perder nos dias 15 e 16 de Maio

A Ajidanha vai estrear o espectáculo “Magalhães – Elcano“, nos próximos dias 15 e 16 de maio, pelas 21 horas e 17 horas respectivamente, no Teatro Estúdio Ajidanha.

Magalhães – Elcano” parte da primeira circum-navegação empreendida por Fernão de Magalhães há 500 anos. A apropriação do universo da expedição que levou cerca de mil dias é o ponto de partida para uma investigação em torno da coabitação de diversas culturas e dos traços sócio-culturais que compõem a sua identidade.

Os artefactos da epopeia funcionam como um pretexto dramatúrgico à investigação histórica, etnográfica e performáctica, num processo de releitura em paralelismo com as realidades contemporâneas.

Magalhães” é também uma viagem poética e existencial destes homens, pelo conhecimento e pela comunicação entre as diferentes culturas, de viajantes que partem e regressam. É a exploração de uma herança identitária, nos seus códigos e linguagens, globalizantes. É uma viagem de vicissitudes, de confrontos, de tentativas sucessivas, de conhecer o desconhecido, de sonhos e de medos, de encontro com a humanidade.

Com encenação de José C. Garcia e assistência de encenação de Rui Pinheiro, o espectáculo é interpretado por Nuria Cuadrado e Pedro Diogo, actores das duas nacionalidades retratadas na epopeia (Portuguesa e Espanhola) e criado paralelamente nos dois idiomas, para circulação internacional.

O desenho de luz é de Bruno Esteves e Paulo Vaz, design gráfico de Sofia Serrazina, tecido sonoro Cadeira D´Avó e apoio à produção de Andreia Oliveira, Rui Varão e Sofia Miguel.

Este espectáculo é financiado pela Direção-Geral das Artes, com o apoio do Município de Idanha-a-Nova, União de freguesias de Idanha-a-Nova e Alcafozes, Adega Cooperativa de Sabrosa e Farmácia Andrade.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Idanha-a-Nova com as tags , . ligação permanente.