Proença: Centro de Ciência Viva da Floresta inaugura exposição patente até 31 de Agosto

26 de Abril de 2021

. Abertura da exposição Rochas e Minerais – Norte de Portugal no Dia Mundial da Terra que pode visitar até 31 de Agosto.

O Centro Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova e o Geopark Naturtejo Mundial da UNESCO assinalaram o Dia Mundial da Terra e Dia Nacional do Património Geológico (22 de Abril) com a abertura da exposição ‘Rochas e Minerais – Norte de Portugal’.

Esta exposição itinerante foi criada em 2016, pelos Parceiros da Região Norte do Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Mineiro e Geológico de Portugal, sob a iniciativa do Município de Vila Pouca de Aguiar e com o apoio do Turismo do Porto e Norte de Portugal. Desde esse ano que tem percorrido dezenas de locais do Norte e agora também do Centro do país. Com o objectivo de dar a conhecer as rochas e minerais do Norte de Portugal, este espólio apresenta um pouco da Geodiversidade, da história geológica e do passado mineiro daquela região.

O Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Mineiro e Geológico de Portugal congrega diferentes iniciativas e locais, de Norte a Sul do país, reunidas numa plataforma de divulgação e promoção do Património Mineiro e Geológico de Portugal (www.roteirodeminas.pt), tais como museus, centros de interpretação, centros de ciência, geoparques, minas e locais de interesse geológico, como é o caso do Geopark Naturtejo Mundial da UNESCO.

Desenvolvido pela Direcção Geral de Energia e Geologia – DGEG e da Empresa de Desenvolvimento Mineiro – EDM, o projecto desenvolve-se em torno de um património (material e imaterial) único, de grande relevância para o conhecimento da história do Homem e da sua relação com a natureza, potenciando a salvaguarda desse património e das “marcas”, a rentabilização e a reanimação dos territórios, aproveitando a elevada atractividade do tema para uma procura turística crescente de experiências diferenciadas.

Esta mostra chega agora ao Centro Ciência Viva da Floresta, em pleno Geopark Naturtejo Mundial da UNESCO, uma região com importantes geomonumentos, como as Portas de Almourão ou o Miradouro Geomorfológico das Corgas, e com uma forte tradição mineira que remonta à exploração de ouro no período romano, nas margens do rio Ocreza. Foram integrados nesta exposição fósseis da região de Sobral Fernando, com vestígios de comportamento animal que remontam deixado por organismos há muito extintos.

A abertura foi assinalada com uma actividade ““Encontro com o Cientista” destinada a alunos da Escola Ciência Viva.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , , , . ligação permanente.