Carlos Almeida era o escolhido pelo PSD de Castelo Branco

. Carlos Almeida era o escolhido por unanimidade pela Comissão Política concelhia e pela Distrital de Castelo Branco

. Escolha foi confirmada por sondagem independente

O PSD de Castelo Branco, após ter tomado conhecimento através dos órgãos de
comunicação social, sobre a não homologação por parte da Comissão Política Nacional,
da escolha de Carlos Almeida, atual vereador e Presidente da Comissão Política
Concelhia, para candidato do PSD à Câmara Municipal de Castelo Branco, entende
tecer as seguintes considerações:
1. Tendo em vista uma decisão fundamentada em critérios objetivos e clarividentes
para a escolha do candidato autárquico, a Comissão Política Concelhia encomendou
uma sondagem política a uma empresa independente e devidamente credenciada. A referida sondagem demonstrou, de forma inequívoca, que o Carlos
Almeida era a pessoa mais bem posicionada para obter a vitória nas eleições de 2021;
2. O órgão local, responsável pela escolha do candidato votou, por unanimidade, o
nome do Carlos Almeida. O mesmo sentido de voto, por unanimidade, foi
acompanhado, igualmente, pela Comissão Política Distrital do PSD Castelo Branco;
3. A Comissão Política Nacional não homologou o nome proposto, nem efetuou
nenhum procedimento de tentativa de diálogo, tendo em vista encontrar uma solução
que fosse ao encontro de um entendimento entre as partes envolvidas;
4. A Comissão Política Nacional, em claro desrespeito pelos Estatutos do PSD
optou por escolher, unilateralmente e discricionariamente, o nome de João
Belém para candidato do PSD à Câmara Municipal de Castelo Branco;

5. Perante os factos expostos, a Comissão Política Concelhia entende que esta
decisão, bem como as consequências que a mesma tem e terá no futuro, são da integral e
exclusiva responsabilidade do Presidente do PSD, Rui Rio.
Para concluir, o PSD Castelo Branco, reitera a forma transparente e em total acordo com
os trâmites emanados pelos estatutos do PSD relativamente à condução de todo este
processo, evoca plena confiança no trabalho que tem vindo a ser realizado pela equipa
que ganhou as eleições internas à Concelhia em 2020, a qual tinha toda uma estratégia
delineada para as eleições que se avizinham e que neste momento sofreu um revés
comprometedor.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , , , . ligação permanente.