Idanha adquire imóveis em Oledo para reabilitação

No âmbito da Estratégia Local de Habitação

Câmara de Idanha-a-Nova adquire imóveis para reabilitação em Oledo

No âmbito da Estratégia Local de Habitação, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova adquiriu dois imóveis pertencentes à Santa Casa da Misericórdia de Idanha-a-Nova, situados em Oledo, que serão colocados no mercado, a preços simbólicos, para reabilitação com fins habitacionais.

A escritura foi celebrada na terça-feira, 2 de março, tornando as duas casas a reabilitar nos mais recentes imóveis a integrar a inovadora Estratégia Local de Habitação (ELH) de Idanha-a-Nova.

A ELH é composta por seis programas de acesso à habitação, disponíveis para toda a população: estudantes, cidadãos com carências financeiras, população idosa, famílias e população em geral.

Uma das medidas que a autarquia tem desenvolvido, desde 2015, é o levantamento do património habitacional degradado existente no concelho, ao abrigo do programa de obras coercivas.

O objetivo é proceder à aquisição de edifícios degradados – quando se justifique e seja exequível – para venda posterior de forma a serem reabilitados em condições favoráveis por particulares para fins de habitação própria, secundária ou de rendimento, privilegiando a habitação própria permanente.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, frisa que “a habitação é um fator essencial para as pessoas se sentirem bem a viver no concelho e um elemento de atração de novos residentes. É complementar às nossas estratégias nas áreas da educação, da saúde de proximidade, da segurança e da criação de riqueza e emprego”.

Com o incentivo à recuperação do património habitacional, é possível aumentar a oferta de habitação no concelho de Idanha-a-Nova e, ao mesmo tempo, corrigir situações de segurança, salubridade e estética das habitações em ruínas nas vilas e aldeias, valorizando na globalidade os seus aglomerados urbanos.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Proença-a-Nova com as tags , . ligação permanente.