Idanha-a-Nova assina Protocolo com criadores de Cavalos Lusitanos

Idanha-a-Nova assina protocolo com a Associação de Criadores de Cavalos Lusitanos da Beira Interior

O Município de Idanha-a-Nova celebrou um protocolo com a Associação de Criadores de Cavalos Lusitanos da Beira Interior (ACCLBI) para colaboração na atividade desenvolvida por esta organização na defesa e promoção da raça equina Puro-Sangue Lusitano.

A ACCLBI, com sede em Idanha-a-Nova, representa mais de 30 coudelarias e criadores de Cavalos Lusitanos, um símbolo da excelência de Portugal e para muitos o mais belo e mais nobre dos equinos.

O protocolo foi assinado na sexta-feira, 26 de fevereiro, pelo Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, e pelos representantes da ACCLBI, o Presidente Carlos Andrade e o Secretário da Direção Rui Manteigas.

O objetivo é estreitar a colaboração com a Associação de Criadores de Cavalos Lusitanos da Beira Interior, no sentido da sua atividade ser desenvolvida a partir de Idanha-a-Nova, em especial do Recinto da Feira Raiana. Pretendemos dinamizar ali um Centro Hípico para que as crianças e outros interessados tenham um espaço para andar a cavalo e ter contacto com esses animais”, refere o Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

Armindo Jacinto adianta que “as infraestruturas já existentes naquele recinto, nomeadamente o Picadeiro, deverão ser reforçadas para funcionamento do Centro Hípico durante todo o ano”.

Para a ACCLBI, este protocolo é uma oportunidade para potenciar e alargar as atividades desenvolvidas em torno da promoção do Cavalo Puro-Sangue Lusitano e do concelho de Idanha-a-Nova.

O desenvolvimento de ações de colaboração – em áreas como a educação, a formação, a atividade turística ou a organização de eventos –  irá contribuir para a realização dos objetivos da Associação.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Idanha-a-Nova com as tags , , . ligação permanente.